Manta Elastomérica

A manta elastomérica é um produto indispensável para quem necessita de um isolante térmico. Isso, porque ela mantém a temperatura dos aparelhos, o que garante a eficácia das suas funções.

É indicada para sistemas de climatização residenciais e comerciais, mas também é utilizada em peças eletrônicas.

Esse material sintético de alta densidade consiste em uma espuma técnica que impede a corrosão de dutos diminuindo, dessa maneira, perdas energéticas, com um coeficiente de condutividade térmica alto.

Como o próprio nome diz, elastomérica é da família dos elastômeros, materiais com propriedades que se assemelham à borracha e que suportam deformações decorrentes de força, mas recuperam sua forma original assim que essa força é cessada.

A manta elastomérica é um dos materiais mais usados em instalações e projetos de prédio com foco na eficiência de energia e sustentabilidade.

 

Características da manta elastomérica

A manta elastomérica tem como principais características o isolamento térmico, resistência à difusão do vapor, facilidade de aplicação, baixa impermeabilidade ao vapor de água e flexibilidade.

Esses aspectos garantem um maior tempo de vida útil do equipamento no qual é aplicado, além de baixa perda térmica. Os tubos de espuma elastomérica, por exemplo, têm alta intensidade (60 +/-6 kg/m³) com excelente condutividade térmica (0,025 kcal/m.h ºC).

Vale destacar ainda que não há o risco de a manta elastomérica mofar, além de não atrair roedores ou insetos. Dessa maneira, é possível evitar gastos com possíveis manutenções decorrentes desses fatores.

 

Benefícios da utilização da manta elastomérica

A manta elastomérica garante o isolamento térmico de sistemas de climatização, como ar condicionados, além de instalações de água quente e aquecimento, por exemplo.

Entre os principais benefícios do uso deste material, estão:

  • Garantia de resistência mecânica e durabilidade;
  • Redução de perdas de manuseio e manutenção;
  • Instalação a custo baixo;
  • Não exigência de nenhum tipo de proteção contra insetos, roedores ou micróbios;
  • Baixa condutividade térmica, resultado de uma estrutura microcelular fechada;
  • Resistência à difusão do vapor de água;

 

Diante de todas essas vantagens, as empresas e os profissionais que trabalham com esse tipo de serviço, não podem dispensar o uso da manta elastomérica.

 

Aplicação da manta elastomérica

A manta elastomérica pode ser aplicada em qualquer equipamento que necessite de isolamento térmico, desde tanques e dutos de sistemas de ar-condicionado e refrigeração, a tubulações, HVAC, laboratórios, processos industriais e áreas hospitalares.

 

Como instalar isolamento com a manta elastomérica

As formas mais comuns de instalação da manta elastomérica são por meio de “encamisamento” da tubulação. Assim, o isolamento é feito no ato da instalação. Outra alternativa é abrindo a manta de maneira longitudinal, com a tubulação já montada.

Nesse caso, é indicado que o corte seja realizado com uma faca afiada. Podem ser criados gabaritos de corte para as curvas.

 

Riscos de usar a manta elastomérica inadequada

Para que esse produto apresente todas essas características, é fundamental que seja adquirido por meio de empresas que sejam referência no mercado, a exemplo da renomada Lbor, fabricante de peças e acessórios de borracha.

A aquisição de um produto que não apresente todos esses aspectos pode acarretar prejuízos, como:

  • Variação de 30% na umidade e temperatura dos sistemas de ar condicionado;
  • Redução da eficiência do equipamento;
  • Consumo alto de energia;
  • Alta umidade, o que pode resultar em problemas de saúde.

Tipos de Manta Elastomérica