Lbor Borrachas | Poliuretano | Silicone
Lbor Borrachas | Poliuretano | Silicone

Borracha Viton

Viton é um tipo de elastômero, ou borracha, muito utilizado como matéria-prima em produtos que são submetidos a temperaturas elevadas em processos industriais. Além de alta resistência a temperaturas extremas, a Borracha Viton também é resistente a ataques químicos.

Um material que se apresenta como uma solução excelente a diversos processos e com ótimas propriedades mecânicas é popularmente reconhecida por ser uma matéria-prima que reage muito bem aos ácidos concentrados, como o ácido nítrico e o ácido sulfúrico, e ainda, ao ácido cítrico, alguns tipos de óleo e à graxa. Sendo assim, por suas propriedades excelentes, quando utilizado na construção de vedações em geral, é consideravelmente superior aos outros tipos de borracha.

 

COMO IDENTIFICAR A BORRACHA VITON

O elastômero do tipo Viton, marca registrada pela Du Pont, é facilmente identificado entre os demais tipos de matéria-prima, pois possui odor e cor característicos. O primeiro possui aroma de canela, devido ao ingrediente acelerador utilizado no processo de vulcanização. Já a cor é reproduzida a partir da anilina, adicionada na formulação da mistura da borracha.

Essas características servem, no entanto, para identificar com mais facilidade, as vedações produzidas a partir de borracha Viton, em procedimentos de manutenção.

Um material com patente registrada, a borracha Viton pode também ser identificada a partir de análise física e química, em laboratório especializado, através de solução em éster-fosfato, por 48 horas, por meio de exposição ao fogo e pela avaliação do seu peso, que é bem específico, por não ser destrutivo. Através da exposição ao fogo, pode-se constatar de imediato se a vedação a ser manipulada é composta ou não por elastômero do tipo Viton.

 

APLICAÇÕES PARA BORRACHA VITON

O Viton® é utilizado, principalmente, na produção de vedações que entrarão em contato com fluidos derivados do petróleo, lubrificantes Di-Ester, fluidos derivados do silicone, graxas, tricotileno, ácidos e alguns solventes aromáticos. Entre essas soluções, a borracha não é recomendada para aplicações que contêm ésteres (produto, geral mente orgânico, resultante da reação de um oxiácido) e acetona, um composto também conhecido como dimetilcetona ou propanona.

Quanto à resistência das vedações a determinadas aplicações, a borracha Viton pode suportar temperaturas de até -55ºC (para vedações estáticas) e até 316ºC e, trabalhos contínuos, porém, por tempo limitado.

Uma de outras aplicações possíveis para a borracha Viton como matéria-prima são revestimentos de cilindros para indústrias químicas, petroquímicas e evaporadores de usina.

Também disponível para outras aplicações, em formas distintas, essa borracha pode ser utilizada como matéria-prima na produção de placas, mantas, perfis trefilados e muitas outras peças especiais, utilizadas em processos industriais específicos.

A borracha Viton (FKM) possui como estrutura, uma química preponderante, por meio de hexafluoropropileno apresenta-se como uma excelente solução para vedações, por sua alta resistência aos ataques químicos, lubrificantes e temperaturas mais elevadas. Ademais, tem também bom comportamento em presença da compressão e elasticidade. Entre outros, resiste muito bem aos hidrocarbonetos aromáticos e alifáticos, produtos químicos em geral, considerados mais agressivos e aos solventes clorados.

Sua capacidade de atuar diante de ataque químico pode ser consideravelmente aumentada através do aumento do teor de flúor na formulação. Com o mesmo processo, alguns fluorcarbonetos específicos podem proporcionar o nível adequado para melhorar a resistência a temperaturas muito baixas.

Basicamente, são muito utilizados em processo mecânicos que requerem alta resistência a temperaturas extremas, como dispositivos de automóveis e aviões, por exemplo e algumas outras aplicações de alto vácuo.

 

CURIOSIDADE SOBRE A BORRACHA VITON

O Viton também é conhecido como borracha fluorcarbonada (FPM/FKM) e sua descoberta foi de muito grande valia às indústrias automobilísticas, aeroespaciais, químicas e petrolíferas. Foi descoberto por Plunkett, em 1938, com o surgimento da inércia do politetrafluretileno, que mais adiante, viria a originar a marca Teflon®, também da Du Pont. Estes foram os primeiros componentes elaborados e desenvolvidos para aplicação comercial, a partir da década de 50. Apenas oito anos depois, o Viton foi lançado no mercado, juntando-se posteriormente o Viton B, o Fluorel, o Dai-El e o Tecflon.

Primeiro, foi descoberto o copolímero de fluoreto de vinilideno (VF2) e hexafluorpropeno (HFP) e depois, o terpolímero VF2/HFP/TFE, que é uma versão termicamente mais estável e apresenta-se mais resistente aos solventes, além de ter muito mais flúor, a nível de comparação com os outros copolímeros.

De forma geral, para atribuir as propriedades ao material através do processo de vulcanização, para a formulação de FKM, ou FPM, com borrachas fluorcarbonadas, são utilizadas distintas variedades de cargas: as negras de carbono e cargas minerais, que conferem muito mais resistência à compressão, balanço para a tensão de rotura e maior capacidade de resistir ao calor. Entre as cargas minerais, o sulfato de bório é amplamente empregado.

A borracha Viton, em grau de comparação com as demais variedades de elastômeros, deve suportar maior quantidade de carga, tornando a mistura mais rígida.

Na pigmentação, utilizada para melhor identificação do tipo de borracha ao ser manipulada nos processos, é recomendado apenas à utilização de colorações inorgânicas, por serem mais resistentes a temperaturas elevadas, assim como os plastificantes utilizados também são restritos às propriedades que suportam altas temperaturas.

Em algumas aplicações, a borracha Viton apresenta aspecto aveludado, que é possível através de determinados auxiliares de processamento, como a cera de carnaúba, a cera de polietileno de peso molecular baixo e ésteres com peso molecular alto. No entanto, o polietileno não deve ser utilizado em processos de vulcanização com peroxi. Assim como processos de vulcanização com outros tipos de borracha, a quantidade de ingredientes que servem à mistura como auxiliares de processamento deve ser moderado, seguido os parâmetros estabelecidos.

Mesmo que não seja comumente divulgado, a borracha Viton (FPM) de baixa viscosidade também pode ser utilizada como auxiliar de processamento, pois não interfere nas características conferidas ao produto durante o sistema de vulcanização.

Todo o processamento deve ocorrer com muita cautela e antes de realizar a mistura, os elastômeros devem passar por limpeza, para remoção de agentes contaminantes, como enxofre, água e outros polímeros que, se não forem removidos, podem interferir negativamente no processo de vulcanização e alterar as propriedades obtidas dos elastômeros fluorados.

Para quaisquer aplicações das borrachas, é recomendável seguir normas padrões de fabricação e formulação do material, de modo que se obtenha com sucesso as características almejadas para cada processo e condição de trabalho.

Alguns de nossos produtos fabricados com borracha viton:

Chapa De Borracha Viton

Chapa de Borracha Viton é um tipo de elastômero muito reconhecido por resistir tanto a substâncias como óleos e graxa, como também a ácidos, como, por exemplo, o clorídrico, cítrico e até mesmo os mais concentrados (nítrico e sulfúrico). Além disso, a Chapa de Borracha Viton pode ser diretamente associada a uma excelente propriedade mecânica, o que garante que sejam realizadas vedações com desempenhos muito superiores, quando comparadas a outros tipos de produtos. Por isso, esse tipo de chapa de borracha tem grande solicitação no mercado.

Bobina De Borracha Viton

Por conta da versatilidade e resistência, aderir as Bobinas de borracha viton pode trazer diversos benefícios para o seu negócio, como, por exemplo, a economia no custo com reparos, manutenção, reposição de materiais danificados e especialmente a garantia de um produto de qualidade com alta durabilidade. Produtos como a Bobina De Borracha Viton podem ser expostos de 29ºC a 204ºC em caso de trabalhos contínuos. Quando se trata de trabalhos com um curto espaço de tempo, o mesmo lençol pode chegar até 316ºC e em vedações estáticas a até -55ºC.

Manta De Borracha Viton

Quando nos referimos aos mais variados tipos de lençóismantas lâminas de borracha disponíveis atualmente, sempre encontramos nomes que se destacam por sua versatilidade e grande uso no mercado. A Manta de borracha viton faz parte desse grupo de produtos. A Manta de Borracha Viton é um tipo de elastômero muito reconhecido por resistir tanto a substâncias como óleos e graxa, como também a ácidos, como, por exemplo, o clorídrico, cítrico e até mesmo os mais concentrados (nítrico e sulfúrico).

Sede De Válvula Borboleta Viton

Sede De Viton Para Válvula Borboleta com os melhores preços só aqui... a sede de válvulas precisa ter seu ângulo de concordância com a válvula.

Passa Fio De Borracha Viton

passa fio de viton possui características técnicas específicas para atender as mais variedades industriais. Os melhores preços você encontra aqui.

Guarnição De Borracha viton

guarnição de borracha viton possui características técnicas específicas para atender as mais variedades industriais.

Fita De Borracha Viton

fita de borracha viton possui características específicas para atender diversas variedades industriais.

Bucha De Borracha Viton

Amplamente utilizada na industria automotiva, a Bucha de Viton são ideias para absorção de choque, redução de vibração e isolante eletrico, protegendo contra curtos-circuitos.

Artefato De Borracha Viton

A Lbor é Fabricante de Artefato De Borracha Viton e contêm características técnicas específicas para atender as mais variadas necessidades industriais. Existem vários tipos de Borracha no mercado: os de uso mais generalizado e os mais específicos, que são desenvolvidos de forma personalizada para atender a indústria, possuindo características técnicas para as mais distintas aplicações.

Tira De Borracha Viton

A Lbor é Fabricante de Tira de Borracha Viton e contêm características técnicas específicas para atender as mais variadas necessidades industriais.

Lençol De Borracha Viton

Produtos como o lençol de borracha viton podem ser expostos de 29ºC a 204ºC em caso de trabalhos contínuos. Quando se trata de trabalhos com um curto espaço de tempo, o mesmo lençol pode chegar até 316ºC e em vedações estáticas a até -55ºC.

Entre os produtos de borracha viton tambem temos: Tarugo De Borracha VitonVentosa De Borracha VitonEsfera De Borracha VitonDisco De Borracha VitonCordão De Borracha VitonArruela De Borracha VitonPerfil De Borracha VitonJuntas De Borracha VitonRevestimento De Borracha Viton e Placa De Borracha Viton.

Solicite um Orçamento